Rio de Janeiro, sábado, 29 de julho de 2017 - 08h48min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

04/07/1960 - BANGU 4 x 0 SAMPDORIA (ITÁLIA)

FICHA TÉCNICA
Competição:
Torneio de Nova York
Local:
Estádio Polo Grounds (EUA)
Árbitro:
James McLean
Público:
18.144
Ubirajara, Joel e Darci Faria; Ananias, Zózimo e Nilton dos Santos; Correia, Zé Maria, Luís Carlos, Ademir da Guia e Beto.
Técnico: Tim
Rosin, Tomasin e Marocchi; Bergamaschi, Vincenzi e Vicini; Mora, Ocwirk, Toschi, Skoglund e Cucchiaroni.
Bangu 1 x 0: Zé Maria, aos 18min do 1º tempo
Bangu 2 x 0: Luís Carlos, aos 21min do 2º tempo
Bangu 3 x 0: Zé Maria, aos 24min do 2º tempo

Bangu 4 x 0: Luís Carlos, aos 32min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Segunda-feira, 4 de julho de 1960...
Fo
nte: Carlos Molinari

Era feriado nacional nos Estados Unidos: Dia da Independência. Momento propício para a estreia do Bangu no Torneio Internacional de Nova York. O adversário era a Sampdoria – oitava colocada no Campeonato Italiano de 1959 e que contava com três jogadores de seleção. O ponta-direita Bruno Mora era também da Squadra Azzurra, o atacante Ernst Ocwirk jogava pela seleção austríaca e o craque Lennart Skoglund tinha sido vice-campeão mundial pela Suécia, em 1958.

O clássico interclubes Brasil x Itália atraiu mais de 18 mil pessoas ao Polo Grounds, o estádio de beisebol que foi adaptado para o futebol. Aliás, foi o maior público que comprou ingressos para ver uma partida do esporte bretão em terras norte-americanas até aquela data.

A partida recebeu cobertura até mesmo do importante jornal The New York Times que, no dia seguinte, enaltecia os banguenses. Ah, sim! O resultado do jogo? Bangu 4 a 0, fácil, fácil. Coisa inimaginável, mas que o alvirrubro dos anos 60 conseguia sem tanto assombro assim.

“O Bangu deu uma impressionante demonstração do estilo de jogar que deu ao Brasil o título mundial dois anos atrás” - contou o jornal, referindo-se à Copa do Mundo ganha em 1958, na Suécia, pela seleção brasileira.

O jornalista Michael Strauss, empolgado com a atuação do Bangu, chegou a dizer que o time tinha vários jogadores cotados para vestir a “amarelinha” na Copa do Mundo do Chile, em 1962.

Ao final da partida, Ademir da Guia – o jovem atacante banguense que fazia seu primeiro ano de profissional – foi comparado ao jogador de basquete norte-americano, Marques Haynes. Sua habilidade com a bola encantou tanto ao público quanto uma exibição do Globetrotter.

A única crítica que o Bangu recebeu após a primeira “exibição” foi em relação ao “apelido” dos jogadores brasileiros. Para o jornalista Michael Strauss era incompreensível que o atacante Silva (José Maria da Silva) fosse chamado simplesmente de Zé Maria. “Isso ainda vai gerar problemas para a organização do evento” - alertava...


Os gols

Bangu 1 a 0 - 18 minutos do 1º tempo – Luís Carlos fez toda a jogada, passou por dois defensores italianos e rolou para Zé Maria chutar de primeira, vencendo o goleiro Ugo Rosin.

Bangu 2 a 0 - 21 minutos do 2º tempo – Zé Maria se contunde e é atendido fora do campo. Logo ao voltar, ele retribui o “presente” a Luís Carlos, que acerta o alvo e marca o segundo gol do Bangu.

Bangu 3 a 0 – 24 minutos do 2º tempo – Novamente Zé Maria foi decisivo. Ele chutou a uma distância de 20 jardas, a bola subiu e encobriu o goleiro Rosin. Foi o gol mais bonito do jogo.

Bangu 4 a 0 – 32 minutos do 2º tempo – Desta vez quem fez toda a jogada foi o meia Zózimo, que passou por toda a defesa italiana e tocou para Luís Carlos, livre, dar números finais à goleada.

     
Livros
 
Estatísticas 2017
 
Jogos 20
Vitórias 5
Empates 6
Derrotas 9
Gols Pró 19
Gols Contra 32
Saldo de Gols -13
Aproveitamento 35%
Artilheiros 2017
 
Loco Abreu 3
Raphael Augusto 3
Rogerinho 2
Bruno Luiz 2
Leandro Chaves 1
João Guilherme 1
Guilherme 1
Carlinhos 1
Anderson Penna 1
Hygor Guimarães 1
Daniel Bueno 1
Marlon 1
Mauro Silva 1