Rio de Janeiro, sábado, 18 de novembro de 2017 - 13h35min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

03/07/1985 - BANGU 1 x 1 INTERNACIONAL (RS)

FICHA TÉCNICA
Competição:
Taça de Ouro - 2ª Fase - Turno
Local:
Maracanã
Renda:
Cr$ 18.237.000,00
Público:
2.425 pagantes
Árbitro:
Luís Carlos Antunes, auxiliado por José Luís Guidotti e Joel Teixeira Caires (todos de São Paulo)
Gilmar, Márcio, Jair, Oliveira e Baby; Delaci (João Cláudio), Lulinha e Mário; Marinho, Pingo e Ado (Gílson)
Técnico: Moisés
 
Mano; Luís Carlos, Aloísio, Mauro Galvão e André Luís; Ademir, Luís Freire a Alcântara; Paulo Santos, Kita e Marcelo
Bangu 0 x 1: Alcântara, aos 11min do 2º tempo
Bangu 1 x 1: João Cláudio, aos 33min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Bangu começa bem: 1 a 1 com internacional
Fonte: Jornal O Dia

O Bangu até que começou bem a segunda fase da Taça de Ouro: empatou em 1 a 1 com o Internacional, de Porto Alegre, ontem à noite, no Maracanã num jogo em que esteve para ser derrotado principalmente pela sua fraca atuação no primeiro tempo. O Inter inaugurou o marcador por intermédio de Alcântara e João Cláudio empatou, ambos os gols no segundo tempo.

Embolado no meio-campo e sem força ofensiva, o Bangu esteve prestes a terminar o primeiro tempo em desvantagem. O Internacional, explorando bem as jogadas pelas extremas, foi muito perigoso e perdeu algumas oportunidades. Mas, no segundo tempo, o panorama se inverteu, sobretudo depois que o Internacional fez 1 a O, aos 11 minutos.

A jogada foi de Kita, que deixou Alcântara livre com Gilmar para tocar no canto esquerdo e marcar. O Bangu conseguiu o empate graças a uma jogada de Marinho pela ponta. Marinho cruzou na cabeça de João Cláudio, que subiu com categoria e marcou. Depois disso, o Bangu foi melhor e ainda mandou uma bola na trave, com Gílson. Não venceu por falta de sorte.

. . . . . . . . . . . . . . .

Bangu reage e empata no final: 1 a 1
Fonte: Jornal dos Sports

O Bangu manteve uma invencibilidade de 21 jogos na sua estréia na Taça de Ouro ao empatar com o internacional em um gol, ontem à noite, no Maracanã. Apesar dos desfalques, a equipe dirigida por Moisés mostrou muita disposição e conseguiu o empate quando estava inferiorizada tecnicamente em campo, demonstrando grande espírito de luta.

No primeiro tempo, o jogo foi monótono e chegou a ser vaiado pelo pequeno público que compareceu ao Maracanã. O Bangu tocava bem a bola mas não tinha penetração porque o time não tinha um jogador que concluísse as jogadas. Por este motivo, as melhores chances foram criadas pela equipe colorada, principalmente nos pés de Kita e Marcelo.

Na fase final, o jogo cresceu de movimentação e o Internacional passou a apertar a defesa bangüense e conseguiu o seu primeiro gol aos 11 minutos do primeiro tempo quando Ademir Alcântara recebeu de Kita e penetrou na área para chutar sem chances de defesa para o goleiro Gilmar. Um minuto depois, Kita quase marca o segundo gol, evitado pelo goleiro Gilmar.O Inter ainda criou outras chances para ampliar o placar.

O Bangu não se intimidou e Moisés colocou Gílson e João Cláudio na frente para dar mais agressividade ao ataque. Aos 33 minutos, aproveitando um cruzamento da direita, João Cláudio meteu a cabeça e decretou o empate. No final, o ponteiro Gílson ainda acertou a trave de Mano com um chute de fora da área, num lance que poderia ter definido a partida em favor do time de Moisés.

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.116
Vitórias 1.713
Empates 980
Derrotas 1.423
Gols Pró 7.267
Gols Contra 6.306
Saldo de Gols 961
Artilheiros
 
Ladislau 229
Moacir Bueno 202
Nívio 152
Menezes 138
Zizinho 124
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 97
Arturzinho 93
Marinho 83