Rio de Janeiro, segunda-feira, 29 de maio de 2017 - 08h31min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

07/07/1985 - MIXTO (MT) 1 x 4 BANGU

FICHA TÉCNICA
Competição:
Taça de Ouro - 2ª Fase - Turno
Local:
Estádio José Fragelli, em Cuiabá
Renda:
Cr$ 54.625.000,00
Público:
9.033 pagantes
Árbitro:
Manoel Amaro de Lima, auxiliado por Sérgio Salsa e Elias Coelho
Nélson; Suemar, Dedê, Miro e Vicente; Cláudio Barbosa, Marcinho e Humberto (Ricardo); Gílson Bonfim, Gonçalves e Rodrigues (Ademar)
Gilmar, Márcio, Jair, Oliveira e Baby; Lulinha, Israel e Mário; Marinho, Pingo (João Cláudio) e Gílson
Técnico: Moisés
Bangu 0 x 1: Cláudio Barbosa, aos 16min do 1º tempo
Bangu 1 x 1: Marinho, aos 26min do 1º tempo
Bangu 2 x 1: João Cláudio, aos 17min do 2º tempo
Bangu 3 x 1: Marinho, aos 42min do 2º tempo
Bangu 4 x 1: Gílson, aos 46min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Bangu impossível: 4 a 1
Fonte: Jornal dos Sports

CUIABÁ - O resultado de 4 a 1 na vitória do Bangu sobre o Mixto na capital mato-grossense expressou a superioridade dos cariocas durante toda a partida. Os gols foram marcados por Cláudio Barbosa, que abriu o marcador para o Mixto, aos 16 minutos do primeiro tempo, Marinho, aos 26 também da etapa inicial, João Cláudio, aos 17, novamente Marinho, aos 42, e Gílson, aos 46, os três últimos na etapa complementar.

A armação do meio-campo do Bangu, feita pelo treinador Moisés, com Lulinha e Israel, mais atrás, e Mário e Pingo, tocando a bola com rapidez no ataque, envolveu completamente o time local, que só marcou um gol na frente por pura sorte, uma vez que o primeiro ataque do Mixto ocorreu aos 15 minutos, com a bola saindo a córner. Depois da cobrança, Humberto deu, de cabeça, para Cláudio Barbosa, também de cabeça, marcar.

Depois disso é que só deu Bangu ainda mais. Seus jogadores apresentaram uma aplicação ainda maior e chegaram ao empate aos 26, através de Marinho. O Mixto recuou ainda mais e só tentava sair em contra-ataques.

Na etapa final, já com João Cláudio, que substituíra Pingo, contundido na perna esquerda, o Bangu ganhou ainda mais força e passou à frente no marcador, justamente através de Jogo Cláudio, aos 17. Os alvirrubros continuaram forçando, mas o gol que viria dar tranqüilidade só surgiu aos 42, quando Mário, em grande jogada pessoal, deixou Marinho livre para assinalar. Ninguém mais esperava qualquer alteração no placar e os times já procuravam tocar a bola, quando Gílson, num chute de fora da área, aos 46 minutos, pegou o goleiro Nélson desprevenido, deu sorte que a bola quicou na entrada da pequena área e acabou dando cifras finais ao marcador.


Atuações:


O Bangu foi melhor durante toda a partida, inclusive quando perdia - até os 26 minutos do primeiro tempo - e, por isso, nem mesmo o fato de seus atacantes terem desperdiçado várias oportunidades na etapa inicial desmereceram a sua atuação.

O goleiro Gilmar esteve muito bem e deu tranqüilidade à defesa , enquanto que os zagueiros Márcio. Jair, Oliveira e Baby não tiveram muito trabalho, vencendo na grande maioria das vezes os atacantes mato-grossenses. O meio-campo formado por, Lulinha, Israel e Mário dominou a partida, com destaque para este último jogador.

No ataque, o melhor foi Marinho, enquanto que João Cláudio, que entrou no lugar de Pingo, e Gílson também estiveram bem.

No time do Mixto, os mais destacados foram o goleiro Nélson, embora traído no último gol do Bangu pelo montinho artilheiro, o lateral-direito Suemar e o apoiador Cláudio Barbosa, que além de ajudar a sua defesa, ainda partia decisivamente para o ataque.

. . . . . . . . . . . . . . .

Leia a crônica de Carlos Molinari sobre este jogo.

     
Livros
 
Estatísticas 2017
 
Jogos 14
Vitórias 4
Empates 3
Derrotas 7
Gols Pró 13
Gols Contra 23
Saldo de Gols -10
Aproveitamento 36%
Artilheiros 2017
 
Loco Abreu 3
Raphael Augusto 3
Leandro Chaves 1
João Guilherme 1
Guilherme 1
Carlinhos 1
Anderson Penna 1
Hygor Guimarães 1
Daniel Bueno 1