Rio de Janeiro, terça-feira, 19 de setembro de 2017 - 10h37min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos
SERRANO 1 x 1 BANGU
FICHA TÉCNICA - Súmula
Competição:
Copa Rio de Profissionais (1ª Fase - Grupo D - Jogo de Ida)
Local:
Estádio Atílio Marotti, em Petrópolis (RJ)
Data-Hora:
Quarta-feira, 12/07/2017 - 15h
Renda:
R$ 3.600,00
Público:
231 pagantes (291 presentes)
Árbitro:
José Waldson de Matos Modesto (RJ)
Auxiliares:
André Roberto Smith Silveira (RJ) e Guilherme Vogas Tavares (RJ)
Felipe; Magdiel, Zé Carlos, Jeferson e Paulista; Roberto Lopes, Kauer (Wallace, 41'/2ºT), Jean (Dener, 20'/2ºT) e Andrezinho; Marcelo (Maycon, 20'/2ºT) e Índio.
Técnico: Marcelo Olímpio.
André Regly; Magno Nunes, Cleidson, Anderson Penna e Guilherme; Magno Ribeiro, Mauro Silva e Almir; Rogerinho (Matheus Pimenta, 22'/2ºT), Marlon e Bruno Luiz.
Técnico: Carlos Renan.
Jeferson e Roberto Lopes (Serrano); Matheus Pimenta e Bruno Luiz (Bangu)
-
Bangu 1 x 0: Bruno Luiz, aos 40min do 1º tempo
Bangu 1 x 1: Kauer, aos 15min do 2º tempo
. . . . . . . . . . . . . . .
Serrano e Bangu ficam no empate e deixam confronto em aberto nas oitavas
Fonte: Redação FutRio
Alvirrubro saiu na frente, mas não conseguiu evitar igualdade do Leão

Tudo igual no primeiro confronto entre Serrano e Bangu, pelas oitavas de final da Copa Rio. A partida realizada nesta quarta-feira (12), no Estádio Atilio Marotti, em Petrópolis, terminou com placar de 1 a 1. Bruno Luiz colocou o Alvirrubro na frente durante o primeiro tempo, mas Kauer conseguiu igualar para o time da casa na etapa complementar.

O resultado deixa o embate indefinido. Quem vencer na partida de volta avança à etapa seguinte. Empate sem gols favorece o Bangu, enquanto igualdade a partir de 2 a 2 faz o Serrano seguir adiante. Caso o placar deste primeiro duelo se repita, haverá disputa por pênaltis para saber quem prossegue na luta pelo título da Copa Rio.

O confronto decisivo será na próxima quarta (19), em Moça Bonita. Antes o Leão da Serra tem compromisso pela Taça Corcovado, segundo turno da Série B1. O adversário será o Barra Mansa, em partida ainda sem local definido.


Partida agitada e de muitas chances

Desde os minutos iniciais a partida foi bem movimentada em Petrópolis. O Serrano, que vive má fase na Série B1, apresentou outra postura na Copa Rio, incomodando o Bangu nas investidas ofensivas. Índio foi o primeiro a finalizar, em chute que passou perto da meta defendida pelo goleiro André Regly.

O Bangu melhorou a partir dos 20 minutos de jogo. Bruno Luiz cabeceou no travessão e acendeu o Alvirrubro, que voltou a assustar em contra golpe que terminou em chute do mesmo Bruno Luiz em cima de Felipe. Já o Leão respondeu com Magdiel, em bela finalização que exigiu outra aparição precisa de André Regly.

A reta final da primeira etapa foi ficando cada vez mais quente, até que o Bangu conseguiu seu gol. Marlon fez boa jogada em velocidade, deixou os marcadores para trás e rolou a bola açucarada para Bruno Luiz. O camisa 9 demonstrou oportunismo para colocar 1 a 0 no placar. Antes do intervalo os visitantes ainda tiveram chance de ampliar, mas não aproveitaram.


Testada certeira salva o time da casa

Na volta para a metade final do confronto quem quase marcou foi o Bangu, com Marlon, que não conseguiu mandar para as redes. Já o Serrano conseguiu igualar a contagem logo na primeira oportunidade que teve. Em cruzamento certeiro de Magdiel, Kauer subiu mais alto que a zaga e testou firme, fazendo a festa da torcida local: 1 a 1.

Assim como no primeiro tempo, o duelo seguiu em ritmo intenso, com os dois times alternando boas oportunidades. Felipe teve que fazer uma defesa milagrosa para evitar que o desvio de Anderson Penna entrasse no gol. Em busca da vitória, o técnico Marcelo Olímpio colocou Maycon e Dener no Serrano, aumentando a ofensividade.

Os minutos derradeiros foram de dois times mantendo a busca pelo ataque, sem medo de arriscar. Alguns lances também geraram polêmica, com ambos os lados pedindo faltas não assinaladas pelo árbitro José Waldson de Matos Modesto. Sem mais alterações, o placar final foi mesmo o empate na Região Serrana.

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: Emerson Pereira (BAC)
 
 
Foto: Emerson Pereira (BAC)
 
 
Foto: Emerson Pereira (BAC)
 
 
Foto: Emerson Pereira (BAC)
 
 
Foto: Flávio Berredo
 
 
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.133
Vitórias 1.728
Empates 979
Derrotas 1.426
Gols Pró 7.305
Gols Contra 6.332
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 231
Moacir Bueno 203
Nívio 152
Menezes 137
Zizinho 125
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 83