Rio de Janeiro, terça-feira, 21 de novembro de 2017 - 21h12min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Reportagens

HOMENAGEM DOS ESPORTES

Fotos: Giuseppe Talarico
No auditório lotado, Dom Eusébio Scheid recebeu uma flâmula do Bangu Atlético Clube e falou aos membros da ACRJ

O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Eusébio Oscar Scheid, esteve no último dia 12, na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), no Centro, para fazer uma palestra sobre Antropologia e Pastoral no Mundo Pós-Moderno.

No entanto, antes de iniciar sua conferência, o Arcebispo foi surpreendido por uma série de homenagens, que duraram quase duas horas. Entre elas, a entrega da medalha de ouro da Ordem do Mérito Barão de Mauá.

Ainda durante a solenidade, Dom Eusébio ouviu discursos de diversas personalidades que integram a Associação Comercial, como o presidente da entidade, o ex-ministro, Marcílio Marques Moreira.

Durante a solenidade na Associação Comercial do Rio de Janeiro, o Arcebispo, Dom Eusébio Scheid, realizou um grande sonho da adolescência: conhecer o craque do Bangu Atlético Clube, Tomaz Soares da Silva, o Zizinho.

Ídolo dos banguenses nas décadas de 40, 50 e 60, o ex-jogador Zizinho, hoje com 68 anos, fez questão de entregar ao Arcebispo uma flâmula do Clube, que foi minutos antes autografada pelo ex-jogador.

Foto: Giuseppe Talarico
Zizinho e Dom Eusébio na Associação

Declaradamente torcedor do time no Rio de Janeiro, Dom Eusébio Scheid ainda recebeu do vice-presidente do Bangu, João Paulo, um CD com o hino do clube.

Ainda na solenidade, o Arcebispo foi saudado pelo ex-jogador, Carlos Alberto Torres, tri-campeão mundial pela seleção brasileira. "Quem sabe, com a sua regia de treinador, o Bangu futuramente será ainda melhor?", brincou Dom Eusébio depois que Carlos Alberto comentou ser um "técnico desempregado".

Fechando as homenagens esportivas, a Banda da Polícia Militar executou para o Arcebispo, o Hino do Bangu.

Fonte: Jornal O Testemunho de Fé - (Edição semanal - 18 a 24 de novembro)

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.116
Vitórias 1.713
Empates 980
Derrotas 1.423
Gols Pró 7.267
Gols Contra 6.306
Saldo de Gols 961
Artilheiros
 
Ladislau 229
Moacir Bueno 202
Nívio 152
Menezes 138
Zizinho 124
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 97
Arturzinho 93
Marinho 83