Bangu Atlético Clube: sua história e suas glórias

Morre Pelé, o Rei do Futebol, aos 82 anos

Ex-jogador lutava contra câncer no cólon desde 2021 e faleceu por falência de múltiplos órgãos

29/12/2022 - 16h54
Fonte: Redação Terra
Foto: Werther Santana / Estadão
Pelé é conhecido como o Rei do Futebol
Pelé é conhecido como o Rei do Futebol

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, morreu nesta quinta-feira, 29, aos 82 anos, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 29 de novembro. O Terra confirmou a informação com o hospital e apurou que a causa da morte foi falência de múltiplos órgãos, resultado da progressão do câncer de cólon.

Natural de Três Corações, em Minas Gerais, o Rei do Futebol nasceu em 23 de outubro de 1940 e lutava contra um câncer de cólon desde 2021, doença que se espalhou em metástases para o intestino, pulmão e fígado. No dia de sua internação, ele foi diagnosticado com uma infecção respiratória. Nos últimos dias, os médicos anunciaram a progressão da doença.

Durante o período da Copa do Mundo do Catar, Flávia e Kelly, filhas de Pelé, publicaram imagens ao lado do pai acompanhando os duelos do Mundial. A conta oficial do Rei do Futebol também fez várias postagens comentando as partidas e enviou mensagens para Neymar, Messi e Mbappé, por exemplo. Pelé ainda parabenizou a seleção argentina pelo tricampeonato mundial e disse que Diego Maradona deveria estar feliz no céu. O craque hermano morreu há dois anos.

Problemas de saúde

Desde que iniciou tratamento contra o tumor no cólon em 2021, Pelé passou a ir ao hospital com frequência. Durante esse período, o ex-jogador foi submetido a uma cirurgia para retirada do tumor no Albert Einstein, em São Paulo, em setembro do ano passado, além de várias sessões de quimioterapia.

A saúde de Pelé já havia sido assunto no início do ano, quando exames constaram a metástase que atingiu o intestino, pulmão e o fígado do ex-atleta.

Antes do câncer, o Rei do Futebol já evitava aparecer em público por causa dos problemas no quadril. Ele passou por duas cirurgias no local e passou a precisar do auxílio de cadeira de rodas para se locomover. O craque recusou, por exemplo, o convite para acompanhar a abertura da Copa do Mundo da Rússia, em 2018, e também para acompanhar a final da Libertadores de 2020 entre Palmeiras e Santos, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Carreira no futebol

Maior artilheiro da história do futebol mundial, Pelé fez história no Santos, clube que defendeu por 18 anos e conquistou vários títulos importantes, como duas Libertadores da América e dois Mundiais (1962 e 1963).

Com apenas 16 anos, Pelé vestiu a camisa da Seleção Brasileira pela primeira vez. O Rei do Futebol venceu a Copa do Mundo em três oportunidades (1958, 1962 e 1970). Ele também esteve na campanha do Mundial de 1966, na Inglaterra.

Em 1975, Pelé trocou o Santos pelo New York Cosmos, nos Estados Unidos, e fez parte da primeira tentativa de popularizar o futebol entre os norte-americanos. Em 106 jogos, ele balançou a rede 64 vezes.

A fama de Pelé não é à toa. Em 2000, o craque foi eleito Atleta do Século pelo Comitê Olímpico Internacional. Naquele mesmo ano, foi eleito Jogador do Século pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) e como o maior goleador da história, com total de 1.283 gols em 1.363 jogos. Por esse feito, Pelé conquistou o recorde mundial do Guinness.

. . . . . . . . . . . . . . .
Imagem: Reprodução/Twitter
Santos publica imagem de uma coroa em lamento pela morte de Pelé
Santos publica imagem de uma coroa em lamento pela morte de Pelé
. . . . . . . . . . . . . . .
Imagem: Reprodução/Twitter
Nós Banguenses agradecemos por tudo e estamos de Luto
Nós Banguenses agradecemos por tudo e estamos de Luto