Bangu Atlético Clube: sua história e suas glórias

Com elenco reformulado, Bangu quer deixar para trás campanhas ruins no Carioca e ser mais competitivo

Presidente do Conselho Diretor do clube, Jorge Varela comenta expectativas para Estadual de 2023

06/01/2023 - 22h23
Fonte: Redação Tupi
Foto: Reprodução/Twitter
Técnico Felipe Loureiro

O Bangu vem para o Estadual do Rio em 2023 com a missão de não repetir o mal rendimento nas últimas duas campanhas, quando terminou o Campeonato Carioca na vice lanterna e quase acabou rebaixado à Segunda Divisão. Justamente por conta dos resultados ruins é que a diretoria do clube decidiu reformular o elenco, comandado pelo técnico Felipe Maestro, ex-Flamengo, Fluminense e Vasco. As caras novas do time, ao menos algumas delas, nem são tão desconhecidas do torcedor carioca.

O volante Renê Júnior, por exemplo, que tem passagens por Corinthians, Santos, Chapecoense e Coritiba, está confirmado no grupo para a competição, assim como os atacantes Caio Monteiro, revelado pelo Cruzmaltino, e Calazans, que surgiu nos profissionais pelo Fluminense. O presidente do Conselho Diretor do Bangu, Jorge Varela, comentou sobre os reforços e as manutenções de alguns atletas para esse ano, em entrevista à reportagem da Super Rádio Tupi.

A estreia do Bangu no Campeonato Carioca é justamente contra outro tradicional do estado, o Boavista, natural de Bacaxá, em Saquarema, na Região dos Lagos. O jogo está marcado para o domingo do dia 15 de janeiro, às 15h30, no Estádio Elcyr Resende, pela rodada inaugural da Taça Guanabara. Depois, em seguida, recebe o Resende em Moça Bonita, visita a Portuguesa no Luso-Brasileiro, e enfrenta o Flamengo no quarto compromisso, ainda sem local definido pela Ferj.